10 nov 2020

ISA CTEEP e ONS desenvolvem ferramenta para integração entre Centros de Operação

Operador terá maior disponibilidade para realizar ações inerentes à operação do sistema, de forma mais colaborativa, assertiva e estruturada

Fonte.: CanalEnergia

A ISA CTEEP, maior transmissora privada de energia elétrica do Brasil, em parceria com o Operador Nacional do Sistema (ONS), desenvolveu, junto com as empresas Informa e Smartiks, uma Plataforma Colaborativa para Centros de Operação, por meio de recursos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A nova tecnologia consiste na troca de mensagens, com criptografia e outras tecnologias, que possibilitam a melhoria dos processos dos centros de operação de energia elétrica, com significativa redução do uso do telefone para a realização da operação em tempo real. Dentre os principais benefícios estão a maior interação entre os Centros de Operação, aumento da consciência situacional, maior eficiência e controle sobre as ações realizadas pelos agentes de Geração, Transmissão, Distribuição e ONS, para realizar as ações comuns inerentes aos Centros de Operação.

Segundo Nilton Marcello, gerente divisão Tempo Real da ISA CTEEP e um dos responsáveis pelo desenvolvimento da plataforma, “o Operador terá menos investimentos em atividades rotineiras, por meio da implementação dessa nova plataforma de comunicação, que permite a troca de informações estruturadas entre Centros de Operação, a fim de buscar maior eficiência para a operação do sistema e aumento da consciência situacional do Operador para tomada de decisão, reduzindo o volume de chamadas telefônicas e fornecendo informações estruturadas mais seguras e confiáveis”, explica.

Foram desenvolvidos seis módulos, de acordo com as principais necessidades, como controle de tensão, gerenciamento de intervenções programadas, gerenciamento de ocorrências forçadas e envio de mensagens multicast entre Centros de Operação e entre as subestações.

Após o período de testes, essa tecnologia ainda precisará passar por processo de avaliação e aprovação da ANEEL para entrar em operação. “A expectativa é de que a ISA CTEEP engaje outros agentes do setor elétrico para a construção conjunta e colaborativa das próximas etapas dessa plataforma, que trará um benefício significativo para o setor, haja vista os desafios e as atividades rotineiras para a operação do sistema”, conclui Nilton Marcello.

Sobre a ISA CTEEP
Presente em 17 estados do Brasil, a Companhia opera uma complexa rede de transmissão, por onde trafegam 33% de toda energia elétrica produzida no País e 94% no Estado de São Paulo. Seu sistema elétrico é composto por 18 mil quilômetros de linhas de transmissão e 126 subestações próprias. Privatizada em 2006, o principal acionista é o Grupo ISA, que detém 35,82% do capital total.

(Nota da Redação: Conteúdo Patrocinado desenvolvido pela empresa)

Scroll Up