15 mar 2021

Pesquisa do Lactec aponta alternativas para reduzir custo de implantação de LTs

Solução estudada propõe melhoria na eficiência e a possibilidade de manutenção em linha viva

Fonte.:  CANALENERGIA

Pesquisadores do Lactec estão trabalhando no desenvolvimento de uma metodologia que defina a melhor configuração técnica para a construção de linhas de transmissão (LTs), com tensões de operação de até 525 kV, combinando as tecnologias de potência natural elevada (PNE) e de LTs compactas. O projeto, previsto para ser concluído até novembro deste ano, foi contratado pela subsidiária de Geração e Transmissão da Copel.

O Lactec explica o conceito de PNE permite transportar mais energia por conjunto de condutores e o conceito de LT compacta, como o próprio nome sugere, ocupa uma área menor para a implantação. O objetivo é investigar um novo arranjo de LTs, visando garantir condições ideais de isolamento e baixo nível de interferência eletromagnética, diminuindo custos de implantação, inclusive os decorrentes da indenização da faixa de servidão, e, principalmente, maximizando a energia elétrica total transmitida até os centros consumidores.

A nova configuração proposta deve permitir, ainda, que os serviços de manutenção sejam feitos com a linha energizada – ou em “linha viva”, na linguagem do setor elétrico. Isso também contribui para evitar desligamentos e seu impacto no SIN. De acordo com os pesquisadores, o maior diferencial dessa pesquisa é a junção dos dois conceitos – de PNE e LT compacta – no mesmo arranjo técnico. Os testes que embasam os estudos em diferentes configurações de LTs estão sendo realizados no Laboratório de Alta Tensão do Lactec, em Curitiba.

Scroll Up