04 nov 2020

Associações do setor elétrico pedem à Anatel que destinação e outorga das faixas de frequência para utilities sejam em caráter primário

A UTC América Latina, a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE) e a Associação Brasileira das Empresas de Transmissão de Energia Elétrica (ABRATE) enviaram uma carta à Anatel reforçando o pedido para que a destinação de faixas e subfaixas de frequências para as utilities, assim como ao serviço fixo ponto a ponto, seja feito em caráter primário. O pleito inclui ainda uma proposta para que as autorizações de uso de radiofrequências pelas empresas de missão crítica sejam outorgadas também em caráter primário.

A carta, endereçada ao presidente da agência, Leonardo Euler, ressalta a importância do pedido para a modernização das empresas utilities e a entrega de serviços de utilidade pública para o país. “São infraestruturas críticas, na medida em que falhas que coloquem em risco o seu correto funcionamento e continuidade operacional podem trazer consequências de natureza imprevisível à estabilidade do Sistema Elétrico Brasileiro, podendo acarretar sérios prejuízos financeiros, problemas sociais e até mesmo riscos à vida humana”, destaca a mensagem, assinada pelos presidentes das três associações – Dymitr Wajsman (UTCAL), Mario Dias Miranda (ABRATE) e Marcos Madureira (ABRADEE).

Acompanhe na nossa newsletter de novembro outros assuntos de interesse para as utilities e as mais recentes iniciativas da UTC América Latina.

Scroll Up