22 mar 2021

Celg Par abre data room da Celg GT

Previsão é de que a sessão de privatização da empresa ocorra em 13 de maio, na B3 DA AGÊNCIA

Fonte.: CANALENERGIA

A Celg Participações abriu a Sala de Informações/Data Room para os potenciais investidores interessados no processo de desestatização de sua subsidiária, a Celg Geração e Transmissão (Celg GT). A venda da empresa deverá ser realizada por meio de leilão especial na B3 em 13 de maio. As informações ser acessadas através deste link.

A CelgPar tem como acionista majoritário o Governo do Estado de Goiás. É proprietária da totalidade das ações da Celg GT, que opera as hidrelétricas de Rochedo e São Domingos e possui participação em empreendimentos de transmissão e outros ativos de geração. O preço mínimo para o leilão é de pouco mais de R$1,5 bilhão.

A publicação oficial do edital e seus anexos será a partir do dia 8 de abril, e o Roadshow com exposição ampla das estruturas da empresa aos investidores interessados no dia 15 de abril, através da TV B3.

O presidente da companhia, o engenheiro Lener Jayme considera este um passo importante nesta etapa pré-leilão. Além de acessar demonstrações financeiras, relatórios técnico-operacionais das concessões de transmissão e geração, laudos de valuation e outras, o data room é também um ambiente através do qual os investidores habilitados poderão esclarecer todas as suas eventuais dúvidas sobre o potencial dos ativos.

A estimativa é de que a Celg GT alcance lucro líquido superior a R$ 100 milhões, em 2020, superando os números de 2019 que bateram em R$ 71,1 milhões. Parte desses resultados é atribuída à modernização de ativos, à redução de custeio sem prejuízo da eficiência e, por fim, à melhor operacionalização das atividades de geração e transmissão.

Scroll Up