29 set 2021

Governo lança pedra fundamental do linhão de RR

Empreendimento foi leiloado em 2011 e conectará o último estado ao SIN, solenidade ocorrerá na tarde desta quarta-feira

Fonte.: CANALENERGIA / SUELI MONTENEGRO DE BRASÍLIA (DF)

O governo federal lançou em Roraima a pedra fundamental para o início da construção da Interligação Manaus-Boa Vista, após a cerimônia de inauguração da termelétrica a gás Jaguatirica II, do grupo Eneva. Durante o evento nesta quarta- feira, 29 de setembro. O presidente da República disse que foi retirado o último obstáculo para o inicio das obras da linha que vai conectar o estado ao restante do país, sem esclarecer se estava se referindo à emissão da licença de instalação do empreendimento pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, autorização que não havia sido liberada desde o leilão do empreendimento, em 2011.

O anúncio oficial será feito na tarde de hoje, em outra solenidade. Dirigentes da Transnorte Energia, responsável pela concessão, estavam presentes à inauguração a usina, onde foi exibido vídeo do Ministerio de Minas e Energia sobre o empreendimento de transmissão.

Em discurso, o ministro Bento Albuquerque destacou que a interligação do estado é prioridade. Lembrou que em 2019 foi realizado o leilão de geração para atendimento a Roraima, que tem a térmica como uma das soluções de suprimento.

Albuquerque lembrou que certame permitiu que o campo de gás de Azulão, na Bacia do Amazonas, fosse recuperado e entrasse em produção, 20 anos depois de descoberto. O empreendimento também é da Eneva, que liquidifica o produto para permitir o transporte de caminhão da região de Silves, no Amazonas, para Roraima.

A térmica a gás de 141 MW vai atender mais da metade da demanda do estado e reduzir o custo de geração em 36%, além de diminuir em 38% por ano as emissões de gás carbônico, de acordo com dados da Eneva. O investimento do projeto Azulão-Jaguatirica foi R$ 1,8 bilhão.

Scroll Up