29 set 2021

Repactuação do GSF gera efeito de R$ 1,6 bi, diz Copel GeT

Adesão foi aprovada pelo Conselho de Administração da companhia durante reunião na última terça-feira, 28 de setembro

Fonte.:  CANALENERGIA

O Conselho de Administração da Copel Geração e Transmissão, aprovou durante reunião na última terça-feira, 28 de setembro, a adesão à repactuação do risco hidrológico. A extensão de outorga das suas usinas hidrelétricas participantes do Mecanismo de Realocação de Energia terá impacto positivo de R$ 1,6 bilhão no seu resultado operacional (EBITDA) consolidado e cerca de R$ 1 bilhão no lucro líquido do exercício.

De acordo com o comunicado, as usinas da Copel GeT com direito a extensão de outorga, conforme Resolução Homologatória nº 2.919, de 03 de agosto de 2021 e nº 2.932, de 17 de setembro de 2021, estão relacionadas no quadro abaixo.

(Divulgação: Copel)

A Companhia informou que dará sequência as próximas etapas para adesão, incluindo a celebração de termo de aceitação de prazo de extensão de outorga e de desistência e renúncia ao direito de discutir a isenção ou a mitigação de riscos hidrológicos relacionados ao MRE.

Scroll Up