10 set 2020

Ministério de Minas e Energia exonera secretário de Planejamento após renúncia

Fonte.: Agência Reuters / Por Luciano Costa

O Ministério de Minas e Energia exonerou do cargo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético, Reive Barros, segundo despacho da pasta no Diário Oficial da União desta quarta-feira, que atribui a saída a um pedido de renúncia.

Barros, que é engenheiro eletricista e mestre em Engenharia de Produção, havia sido nomeado para a posição em janeiro de 2019, logo no início do mandato do presidente Jair Bolsonaro.

Antes, na gestão do ex-presidente Michel Temer, o secretário havia ocupado a presidência da estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Barros também atuou entre 2014 e 2018 como diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), cargo para o qual foi indicado pela então presidente Dilma Rousseff.

A exoneração do secretário, solicitada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, após a renúncia, foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto.

O ministério não definiu de imediato um substituto para Barros.

Scroll Up