13 nov 2020

MME classifica obras da Engie no Paraná como projeto prioritário

Projeto Gralha Azul compreende mil quilômetros entre 15 LTs interligando dez subestações

Fonte.: CANALENERGIA/ HENRIQUE FAERMAN

O Ministério de Minas e Energia aprovou o projeto Gralha Azul, da Engie Brasil, como prioritário, classificação que permite a emissão de debêntures de infraestrutura pelo investidor. A iniciativa é relativa ao lote 1 do Leilão nº 02 de 2017 e prevê 15 linhas de transmissão em 230 kV e 525 kV com cerca de mil quilômetros no total e interligando dez subestações, sendo cinco novas.

No mês passado a empresa teve que suspender a obra de uma das LTs que integram o projeto, devido a uma liminar judicial, com o licenciamento ambiental do empreendimento sendo questionado por duas ações atualmente.

Scroll Up