09 mar 2021

Neoenergia consegue LI de SE em Santa Catarina

Obras fazem parte de lote 1 de leilão de LTs de 2018

Fonte.: CANALENERGIA

A Neoenergia segue avançando com a construção do projeto de transmissão Vale do Itajaí, em Santa Catarina. A companhia obteve a licença de instalação da nova subestação Indaial, além da ampliação da SE Gaspar 2 e da SE Rio do Sul, emitida pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina. Com a autorização, foi iniciada a mobilização para as obras do empreendimento, que irá melhorar a disponibilidade de energia e confiabilidade no sistema elétrico da região. As obras fazem parte do Lote 1 do leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica em dezembro de 2018.

De acordo com José Anchieta, superintendente de Meio Ambiente e Fundiário da Diretoria de Transmissão da Neoenergia, foi mantido o foco em acelerar os projetos, superando os desafios impostos pela pandemia de covid-19 com inovação. Nesse período, utilizou-se a tecnologia a favor da empresa, como na realização de audiências públicas virtuais para assegurar a participação da população nos processos de licenciamento ambiental com segurança. Anchieta reconhece a importância do crescimento do segmento de transmissão para o desenvolvimento do setor elétrico e assegurou a manutenção dos investimentos, beneficiando clientes e acionistas.

A subestação Gaspar 2 terá um novo pátio com tensão em 525 kV e transformação 525/230 kV com (6+1 Res.) x 224 MVA. O empreendimento Indaial terá transformação 230/138 kV com potência 2 x 225 MVA. O projeto prevê ainda a implantação de 673 quilômetros de linhas de transmissão, além de três novas SEs – Joinville Sul, Jaraguá do Sul e Itajaí 2 – e ampliação das SES Areia, Itajaí e Biguaçu.

No mesmo leilão, foram adquiridos pela companhia mais três projetos. No lote 14, de Lagoa dos Patos, estão previstos 770 quilômetros de linhas de transmissão entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já estão em construção as SEs Marmeleiros e Livramento, além do trecho de linha Santa Maria-Livramento. Estão em processo de licenciamento ambiental os lotes 2 (Guanabara, com 328 quilômetros de extensão em circuito duplo, no Rio de Janeiro) e o 3, chamado Itabapoana, com 239 quilômetros, também em circuito duplo, que passa pelo Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

Em 2020, a Neoenergia ampliou os investimentos em transmissão em 235% e acelerou a entrega de obras, com destaque para o início da operação de duas SEs, sendo uma em Santa Catarina e uma no Ceará, e três trechos do empreendimento Dourados, no Mato Grosso do Sul, que somam 359 quilômetros e foram antecipados em até 25 meses em relação ao prazo contratual da Aneel.

Scroll Up